​Diretoria do Sindjus-MA reúne-se e define posicionamento sobre demandas dos servidores para o TJMA

6/06/2018 | 22:54 - matéria visualizada 763 vezes


A Diretoria Executiva do Sindjus-MA reuniu-se na manhã desta quarta-feira (6) para deliberar sobre uma série de assuntos, entres eles, os encaminhamentos para a próxima reunião com a Divisão de Planejamento do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) que terá na pauta a atualização do estudo de impacto orçamentário do novo Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV).

Ao todo, a pauta da reunião no Sindicato listava 12 intens. Entre eles a criação do Núcleo de Mulheres do Sindjus-MA; a solicitação de parecer sobre ação rescisória dos 21,7%de responsabilidade dos advogados Pedro Duailibe e André Roller; apreciação da minuta do primeiro código de ética do Sindicato na próxima Assembleia Geral; entre outros. “Sobre a ação rescisória a ideia é intensificar a luta pelo recebimento dos retroativos que estão suspensos por causa da rescisória”, explicou o presidente de Sindjus-MA, Aníbal Lins.

Sobre o PCCV, os diretores do Sindicato decidiram reiterar posicionamento do Sindjus-MA pela extinção do cargo de auxiliar judiciário e o enquadramento desses servidores na carreira de técnico judiciário; assim como manter o pedido para que a data base da categoria seja mesmo 1º de janeiro. Para a Diretoria Executiva, a atualização do estudo de impacto orçamentário que o novo plano representaria é fundamental tanto para a Administração do TJMA decidir sobre sua implantação, como para a categoria dos servidores da Justiça definir um posicionamento.

Também decidiram pedir nova audiência de conciliação ao ministro do Superior Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. O ministro é relator do processo em que o Sindjus-MA tenta reaver descontos nos salários do servidores que participaram de greve em 2015. “Nós vamos insistir em solução negociada para este problema, inclusive, seguindo as diretrizes da OIT”, afirmou Lins.

Afastamento

Outro assunto tratado na reunião foi o afastamento para tratar de assuntos particulares do presidente do Sindjus-MA, Aníbal Lins. O vice-presidente do Sindjus-MA, George de Jesus dos Santos Ferreira, vai assumir interinamente a presidência do Sindicato nesse período.

“Quero prestigiar o companheiro George Ferreira, vice-presidente do Sindjus-MA, auxiliar judiciário, e que vai conduzir as negociações relativas ao PCCV até nova decisão”, afirmou Aníbal Lins. Ferreira também vai conduzir a negociação sobre a reposição das perdas inflacionárias.

Leia a ata da reunião
Versão para Impressão