Núcleos Sindicais das Carreiras reúnem-se e definem realização de seminário em Imperatriz

11/06/2018 | 17:41 - matéria visualizada 464 vezes
Membros dos Núcleos Sindicais das Carreiras reunidos na sede do Sindjus-MA
As coordenações dos Núcleos Sindicais das Carreiras reuniram-se no último sábado (9), na sede administrativa do Sindjus-MA, na rua das Cajazeiras, Centro de São Luís, para definir ações que envolvam servidores de todas carreiras do Poder do Judiciário: auxiliar judiciário, técnico judiciário, analista judiciário, oficiais de justiça, comissários da infância e juventude; e ainda os agentes operacionais, grupo que inclui servidores que ocupam cargos extintos a vagar. A principal deliberação foi a realização do I Seminário dos Núcleos das Carreiras, na Comarca de Imperatriz. O evento terá duplo objetivo: realizar atividade de formação sindical e promover discussões específicas sobre as condições de cada carreira.

“O seminário em Imperatriz seria o primeiro de um calendário de eventos para mantermos aberta, permanentemente, a discussão das condições de cada carreira do Poder Judiciário e avaliarmos a situação dos servidores a curto, médio e longo prazo”, explicou o presidente em exercício do Sindjus-MA, George Ferreira.

A data do seminário ainda será marcada. Mas, conforme o que foi definido na reunião, o estudo sobre o impacto financeiro para a realização do evento será iniciado até a próxima quarta (13), sob responsabilidade do tesoureiro do Sindicato, Fagner Damasceno.

Entre os temas que serão tratados no seminário está o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos Servidores do Poder Judiciário do Maranhão (PCCV). Contudo, ele não será o único. Segundo explica George Ferreira, pontos do PCCV serão tratados, mas o foco do seminário será mapear as condições de trabalho e de salário dos servidores para definir planos de aperfeiçoamento para cada carreira.  “Nós queremos ouvir o servidor e traçar panoramas para cada carreira do Poder Judiciário maranhense com clareza das principais dificuldades que elas enfrentam”, concluiu o presidente em exercício do Sindjus-MA.

Está sob análise a indicação para que o Sindjus-MA faça seminários dos Núcleos das Carreiras do Sindjus-MA em todos os polos do Poder Judiciário no Maranhão.

Linhas gerais

Em reuniões anteriores, a coordenações dos Núcleos das Carreiras já levantaram, em linhas gerais, algumas prioridades de cada carreira. Veja:

- Auxiliares judiciários: desvio de função, falta de definição das atribuições do cargo e padrão remuneratório incompatível com as funções desempenhadas;

- Técnicos judiciários: falta de uma luta específica da categoria, a precarização da carreira de técnico em razão do Processo Judicial Eletrônico (PJE) e da terceirização das atividades de nível médio e apoio administrativo, grande desnível salarial entre a carreira de nível médio e superior.

- Oficiais de justiça: perda de qualidade de vida ocasionando desgaste físico e mental decorrentes das atribuições próprias do cargo, tratamento discriminatório por parte do Tribunal para escolaridade e tabela salarial do cargo, que nacionalmente é de nível superior e no Maranhão é nível médio; e a impossibilidade de os oficiais de justiça poderem assumir cargos comissionados no TJMA.

- Comissários da infância e juventude: falta de clareza formal quanto as atribuições do cargo, assédio moral e desvio de função.

- Analistas judiciários: pautas mais isonômicas e de uma atenção maior por parte do sindicato para as pautas mais específicas de cada carreira de nível superior, regulamentação do teletrabalho e do auxílio livro.
Versão para Impressão