I Seminário dos Núcleos de Carreiras do Sindjus-MA continua em Balsas

3/08/2018 | 15:55 - matéria visualizada 434 vezes

O I Seminário dos Núcleos de Carreiras do Sindjus-MA, que inicia por Imperatriz, neste sábado (04), tem nova etapa definida para a Comarca de Balsas no dia 11 de agosto. O local será o Auditório do Fórum da Justiça, na Avenida Jamildo, S/N, Potosi, em Balsas. O Seminário inicia a partir das 8h30 e o almoço será na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) do município.
 
Estão convidados todos os servidores das comarcas que integram a Regional de Balsas, que inclui as Comarcas de Alto Parnaíba, Tasso Fragoso, Loreto, Mirador, São Raimundo das Mangabeiras, Grajaú, São João dos Patos, Barão de Grajaú, Buriti Bravo, Colinas, Paraibano, Pastos Bons, Passagem Franca, Riachão, São Domingos do Azeitão, São Francisco do Maranhão e Sucupira do Norte.
 
O evento abrirá com a palestra do analista judiciário, Pedro Davi Araújo da Silva, que é bacharel em Direito pela Unidade de Ensino Superior Dom Bosco (UNDB) e pós-graduado em Direito Processual Civil pelo Instituto Luiz Flávio Gomes. Pedro Davi também é secretário de Mobilização e Articulação Regional do Sindjus-MA, vice-presidente da Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST) no Maranhão e membro do Conselho Estadual do Trabalho (CONSET-MA).


Balsas receberá a segunda etapa do I Seminário dos Núcleos de Carreiras do Sindjus-MA. Foto: Reprodução 
Da mesma forma que em Imperatriz, além da realização da palestra, o Seminário de Balsas oferece oportunidade para cada Núcleo (analistas, oficiais de justiça, comissários da infância e juventude, técnicos ou auxiliares) reunir-se e discutir o encaminhamento das questões específicas de cada carreira.
 
“O Seminário vai iniciar esse processo de maior proximidade com os servidores, ampliando o leque de comunicação necessário para composição das demandas competentes a cada carreira”, afirmou o presidente em exercício do Sindicato, George Ferreira.
 
O evento tratará ainda de temas já abordados em reuniões anteriores pelas coordenações dos Núcleos como Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos Servidores do Poder Judiciário do Maranhão (PCCV) e reposição de perdas inflacionárias.
 
Terceiro encontro do I Seminário dos Núcleos das Carreiras será em Pinheiro
 
O terceiro encontro do I Seminário dos Núcleos das Carreiras do Sindjus-MA será na Comarca de Pinheiro, no próximo dia 18. O Sindicato pretende reunir servidores de toda a regional, que inclui as Comarcas de Alcântara, Arari, Vitória do Mearim, Viana, Matinha, Penalva, São João Batista, São Vicente de Ferrer, São Bento, Bequimão, Mirinzal, Cedral, Cururupu, Bacuri, Santa Helena, Turiaçu, Guimarães e Olinda Nova do Maranhão.
 
Núcleos
 
A realização dos seminários foi sugerida em reunião das coordenações dos Núcleos das Carreiras. Com a instalação dos seis núcleos que são direcionados às carreiras existentes no Tribunal de Justiça do Maranhão, será dado o encaminhamento mais ágil de propostas específicas de cada carreira.
 
Prioridades levantadas pelas coordenações dos Núcleos. Veja algumas:
 
- Auxiliares judiciários: desvio de função, falta de definição das atribuições do cargo e padrão remuneratório incompatível com as funções desempenhadas;
 
- Técnicos judiciários: falta de uma luta específica da categoria, a precarização da carreira de técnico em razão do Processo Judicial Eletrônico (PJE) e da terceirização das atividades de nível médio e apoio administrativo, grande desnível salarial entre a carreira de nível médio e superior.
 
- Oficiais de justiça: perda de qualidade de vida ocasionando desgaste físico e mental decorrentes das atribuições próprias do cargo, tratamento discriminatório por parte do Tribunal para escolaridade e tabela salarial do cargo, que nacionalmente é de nível superior e somente no Maranhão é nível médio; e a impossibilidade de os oficiais de justiça poderem assumir cargos comissionados no TJMA.
 
- Comissários da infância e juventude: falta de clareza formal quanto as atribuições do cargo, assédio moral e desvio de função.
 
- Analistas judiciários: pautas mais isonômicas e de uma atenção maior por parte do sindicato para as pautas mais específicas de cada carreira de nível superior, regulamentação do teletrabalho e do auxílio livro.
Versão para Impressão