Núcleo dos Técnicos discute perspectivas de melhoria salarial e valorização da carreira

8/08/2018 | 15:50 - matéria visualizada 409 vezes
Técnico judiciário da Comarca de Imperatriz, Leonardo Ayres.
O Núcleo Sindical dos Técnicos Judiciários também se reuniu durante a realização do I Seminário dos Núcleos das Carreiras, no sábado passado (4), em Imperatriz. Os temas centrais do debate foram melhoria salarial e valorização da carreira. Em maior número no Poder Judiciário, os servidores da carreira de nível médio focaram na discussão de alternativas para negociar a ampliação dos vencimentos com a Administração do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA). O Núcleo chegou ao consenso de buscar a mudança na escolaridade do cargo, o que, com a exigência de nível superior nos próximos concursos, resultaria em valorização da carreira.

O técnico judiciário da Comarca de Imperatriz, Leonardo Ayres, aprovou as discussões travadas no Seminário. “Foi de grande valia a reunião dos técnicos. A gente discutiu principalmente as perspectivas de ganhos salariais para a categoria diante do novo PCCV; a perspectiva do cargo para futuro. Coisas que a gente só discutia lá na Vara Judicial onde a gente trabalha, foram discutidas aqui também”, afirmou.

A temática principal entre os técnicos foi a busca de soluções, principalmente, para que ocorram ganhos salariais e valorização da carreira, tendo em vista que os técnicos tem o maior contingente do Tribunal e que isso dificulta as negociações com a Administração.  

Veja a entrevista em vídeo:



Também foram discutidas as condições de trabalho do técnico judiciário em Imperatriz, especialmente, para os técnicos da Vara Criminal. “Após a extinção da antiga 3ª Vara Criminal, houve aumento da pressão de trabalho e da demanda. Tudo foi bastante discutido para a gente encontrar soluções, meios, alternativas para melhorar nossa vida lá no nosso ambiente de trabalho”, explicou Leonardo.

Outro ponto debatido foi a redução da diferença salarial em relação aos analistas, servidores da carreira de nível superior. “A melhor saída que a gente encontrou, conversando, debatendo, seria a criação de gratificações para valorizar o cargo. E a questão de mudança da escolaridade do cargo [de técnico], com os próximos concursos que viriam, o cargo de técnico passando para o nível superior, isso traria uma valorização maior para nós servidores, técnicos judiciários do Tribunal”, afirmou.

Os técnicos também ressaltaram a importância da iniciativa do Sindjus-MA de instalar os Núcleos das Carreiras, realizar o I Seminário e assim promover a discussão especializada. “Quando você trata a coisa de maneira específica, você consegue encontrar soluções para cada situação, porque cada cargo tem o seu problema específico. Quando você trata de forma individualizada, fica mais fácil de encontrar soluções. Então eu vejo com muito bons olhos essa questão das reuniões com os cargos”, concluiu Leonardo Ayres.

I Seminário dos Núcleos de Carreiras continua em Balsas

A Segunda etapa do I Seminário dos Núcleos de Carreiras do Sindjus-MA será realizada na Comarca de Balsas, no próximo sábado (11). O local será o Auditório do Fórum da Justiça, na Avenida Jamildo, S/N, Potosi, em Balsas. O Seminário tem início às 8h30 e o almoço será servido na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB).

O evento é voltado a todos os servidores das Comarcas que integram a Regional de Balsas: Alto Parnaíba, Tasso Fragoso, Loreto, Mirador, São Raimundo das Mangabeiras, Grajaú, São João dos Patos, Barão de Grajaú, Buriti Bravo, Colinas, Paraibano, Pastos Bons, Passagem Franca, Riachão, São Domingos do Azeitão, São Francisco do Maranhão e Sucupira do Norte.

Em Balsas, o Seminário será aberto com palestra do analista judiciário, Pedro Davi Araújo da Silva, que é bacharel em Direito pela Unidade de Ensino Superior Dom Bosco (UNDB) e pós-graduado em Direito Processual Civil pelo Instituto Luiz Flávio Gomes. Pedro Davi também é secretário de Mobilização e Articulação Regional do Sindjus-MA, vice-presidente da Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST) no Maranhão e membro do Conselho Estadual do Trabalho (CONSET-MA).
Versão para Impressão