Enquanto o salário diminuiu 16,7% de 2015 pra cá, a gasolina ficou 18,37% mais cara

10/09/2018 | 14:59 - matéria visualizada 187 vezes


A reposição das perdas inflacionárias sobre os vencimentos dos servidores públicos é um direito constitucional cujo repasse anual para os servidores da Justiça do Maranhão está atrasado desde 2015. São 16,7% de corrosão inflacionária acumulada sobre os vencimentos dos servidores. Contudo, a redução do poder de compra do servidor é ainda maior.

O preço médio do litro de gasolina, por exemplo, no mesmo período, saiu de R$ 3,455 para R$ 4,09. Alta de 18,37%.

Diante da redução significativa do poder de compra do Servidor da Justiça do Maranhão, a Diretoria do Sindjus-MA está convocando todos os servidores a mobilizarem-se e fortalecerem o Sindicato para as negociações com a Administração do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA).

No último dia 12 de julho, a Diretoria do Sindjus-MA protocolou requerimento à Presidência do TJMA cobrando o pagamento integral das perdas inflacionárias acumuladas em 16,7%. O requerimento virou o Processo 34.447/2018 que está movimentação. Conforme pedido da própria Administração do TJMA, já foram realizados os cálculos da projeção de despesas com a correção de 16,7%. E está em andamento o cálculo do Impacto orçamentário.

O momento de negociar está chegando!

Fortaleça a nossa luta! Compartilhe essa informação, coloque os adesivos da campanha no seu carro, participe das ações do Sindjus-MA!

16,7% Já!

Sem reposição, o salário desaparece!
Versão para Impressão