Servidor da Justiça perdeu um quinto do seu poder de compra desde 2015

17/01/2019 | 14:22 - matéria visualizada 618 vezes

A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), fechou 2018 em 3,75%. Em 2017, ela havia ficado em 2,95%. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (11), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A inflação ficou dentro da meta estabelecida pelo Banco Central para 2018, que varia de 3% a 6%. O índice, contudo, é superior ao reajuste de 2,94% anunciado pela Administração do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) para os salários dos servidores e está muito aquém do índice de perdas acumuladas desde 2015 que chega a 19,97%.

O índice cumulativo demonstra que, de 2015 para cá, o servidor da Justiça do Maranhão perdeu um quinto do seu poder de compra. O último reajuste da categoria, de 5%, foi implantado na folha de pagamento em janeiro de 2018, apesar de o índice ser relativo à reposição de 2015, ano em que a inflação chegou a 10,67%.

Acumulam-se então:

5,67% que restaram de 2015;
6,29%, de 2016;
2,95%, de 2017, e;
3,75% do ano passado.

Lembrando que não basta somar os índices para se chegar ao índice cumulativo de 19,97%.

No último dia 19 de dezembro, o Pleno do TJMA aprovou por unanimidade o Projeto de Lei (Processo nº 55.279/2018) que altera a tabela de vencimentos dos cargos efetivos, comissionados e funções gratificadas do Poder Judiciário do Maranhão. O reajuste proposto é de 2,94%, como o próprio presidente do Tribunal, desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos, já havia anunciado.

Para que esse reajuste seja implantado é necessário que o Projeto de Lei seja aprovado na Assembleia Legislativa do Maranhão e, posteriormente, receba a sanção do governador Flávio Dino.

Com informações da Agência Brasil
Versão para Impressão