Sindjus-MA acompanha projeto de lei que reajusta vencimento dos servidores do TJMA

12/03/2019 | 14:16 - matéria visualizada 706 vezes


Damasceno, Ferreira e Aníbal LinsO Sindicato dos Servidores da Justiça do Estado do Maranhão (Sindjus-MA) continua empenhado na celeridade da tramitação do Projeto de Lei n° 018/2019, que reajusta os vencimentos dos servidores do judiciário maranhense em 2,94%, com efeitos financeiros retroativos a 1° de janeiro de 2019.

Na última sexta-feira (8), o presidente do Sindjus-MA, Aníbal Lins, enviou ofício ao líder do Governo na Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Rafael Leitoa (PDT), solicitando urgência na tramitação, votação e aprovação do Projeto de Lei 018/2019, enviado a Casa pelo Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA).

Já na manhã desta terça-feira (12), a Diretoria do Sindjus-MA foi recebida pelo chefe de gabinete do deputado Rafael Leitoa, Paulo Ryldon, que informou que, apesar do projeto de lei não ter passado ainda pelas comissões da Assembleia, a matéria já está em análise com o objetivo de iniciar seu tramite o quanto antes. Ele garantiu que o deputado Rafael Leitoa também está empenhado em dar celeridade ao andamento do projeto que concede reajuste de 2,94% aos servidores do judiciário.

A aprovação do Projeto de Lei nº 018/2019 não atende as expectativas dos servidores pela quitação de suas perdas inflacionárias. Pois o percentual de 2,94% representa apenas uma parcela do total de perdas acumuladas sobre os vencimentos dos servidores da Justiça do Maranhão nos últimos anos.

“O percentual é insuficiente e não resolve o problema dos servidores. Mesmo assim o projeto tem o apoio do Sindjus-MA, porque já é um passo na solução desse passivo trabalhista. Outros passos ainda mais arrojados precisam ser dados para sanar essa injustiça. Por outro lado, é importante ressaltar que o apoio do Sindjus-MA é exclusivamente para a aprovação em regime de urgência deste projeto de lei, em razão desses argumentos. Qualquer outro projeto do tribunal em tramitação hoje na Assembleia Legislativa precisa ser minuciosamente discutido dentro das suas especificidades”, declarou o presidente do Sindjus-MA, Aníbal Lins.

Também estiveram presentes na Assembleia Legislativa do Maranhão, o vice-presidente do Sindjus-MA, George Ferreira e o tesoureiro da entidade, Fagner Damasceno.
Versão para Impressão