Nota de solidariedade ao Sindjustiça-RJ

9/10/2019 | 09:48 - matéria visualizada 278 vezes
O Sindicato dos Servidores da Justiça do Maranhão (Sindjus-MA) vem a público se solidarizar com Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Rio de Janeiro (Sindjustiça-RJ) e os servidores representados pela entidade que sofreram ataques por parte de um jornalista de uma emissora de rádio local.
 
O jornalista Rodolfo Schneider em um programa da Band News FM, ao comentar a aprovação do projeto de lei das promoções e progressões automáticas no Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), dedicou parte do programa para atacar e ofender os servidores do judiciário alegando que a aprovação do projeto supostamente feriria o Regime de Recuperação Fiscal do Estado, sem considerar, no entanto, que essa mesma categoria está há quase seis anos sem reposição salarial, amargando 37% de corrosão nos salários, o que representa a perda de mais de um terço de seu poder compra.
 
O Sindjus-MA manifesta seu apoio ao Sindjustiça-RJ por testemunhar e reconhecer a árdua luta que a entidade trava para buscar os direitos dos servidores do judiciário diante do quadro de instabilidade política e econômica pelo qual o estado passou nos últimos anos.
 
É notório os esforços e dedicação dos servidores do judiciário do Rio de Janeiro que mesmo diante de todas as adversidades (desvalorização, assédio moral e adoecimento) contribuem decisivamente para destacar o Tribunal de Justiça de Rio de Janeiro (TJRJ) como o tribunal mais produtivo do país há 10 anos, de acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Ainda assim, até então, o TJRJ permanecia como o único Tribunal que não contava com a temporalidade automática para as progressões e promoções.
 
O Sindjus-MA repudia veementemente a imprensa que por qualquer razão deixa de cumprir com seu papel de ser imparcial, objetiva e democrática, se limitando a ser um instrumento de perseguição aos servidores do judiciário que tanto contribuem para qualidade da prestação jurisdicional da população fluminense.
 
 
Anibal da Silva Lins
Presidente do Sindjus-MA
Versão para Impressão