​Servidor do TJRR é destaque em evento que discute Inteligência Artificial no Poder Judiciário do Maranhão

11/10/2019 | 14:53 - matéria visualizada 414 vezes
A Escola Superior da Magistratura do Estado do Maranhão (Esmam) acolheu projeto apresentado pelo Sindicato dos Servidores da Justiça do Maranhão (Sindjus-MA) para realização do evento 'Inteligência Artificial no Poder Judiciário: desafios e perspectivas', que visa propiciar a abertura de amplo debate entre servidores, magistrados, advogados e demais operadores do Direito sobre a implementação da inteligência artificial (IA) nos tribunais brasileiros.
 
O ciclo de palestras acontece no dia 25 de outubro, a partir das 9h, em local a ser informado pela organização. As inscrições estarão disponíveis na próxima segunda-feira (14) no sistema acadêmico Tutor, por meio do link.
 
Um dos palestrantes do evento, convidado pelo Sindjus-MA, é o analista judiciário Ville Caribas Medeiros, gerente de Projetos do Comitê de Inteligência Artificial do Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR) que em sua exposição abordará o Estudo de Caso: construindo um ambiente de desenvolvimento para a inteligência artificial.
 
O Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR) já adota soluções tecnológicas, na forma de avançados softwares e investimentos em Inteligência Artificial (AI), nas esferas da prestação jurisdicional. A tecnologia ‘Justiça 4.0’ utilizada pelo TJRR configura aparato tecnológico e humano, assim como a capacidade de unir em uma rede de compartilhamento de experiências e de cooperação.
 
Como gerente de projetos, Ville Medeiros traz para o evento sua vasta experiência em análise de sistemas no Tribunal de Justiça do Estado de Roraima e na Corregedoria Geral de Justiça, para os quais desenvolveu, entre outros, o Justiça 4.0’, o aplicativo Ouvidoria TJRR, o Sistema Mandamus e a ferramenta Business Inteligence (BI).
 
“O TJRR deixou de ser uma instituição que utilizava autos de papel e passou a utilizar o processo digital. Estamos gerenciando projetos contratados e implementando outros inovadores em parceria com instituições de pesquisa. Estou atendendo ao convite do Sindjus-MA para fazer uma apresentação de como estamos adotando a tecnologia de Inteligência Artificial no judiciário e como isso envolve os servidores, magistrados e influencia positivamente na prestação jurisdicional”, explicou Ville que atualmente é responsável pelo aspecto técnico de todos os projetos que fazem uso de Inteligência Artificial no TJRR.
Versão para Impressão