Nota de Repúdio - Declarações do Ministro Paulo Guedes

10/02/2020 | 15:58 - matéria visualizada 638 vezes
O Sindicato dos Servidores da Justiça do Estado do Maranhão (Sindjus-MA) repudia, com firmeza e publicamente, a declaração do Ministro da Economia, Paulo Guedes, que, na última sexta-feira, 07/02, comparou os servidores públicos brasileiros a “parasitas”, durante palestra na Fundação Getúlio Vargas (FGV), em que defendeu uma reforma administrativa que retira direitos dos trabalhadores do setor público.

A declaração leviana e injusta do Ministro da Economia faz parte da estratégia do Governo Jair Bolsonaro de apontar de forma sistemática os trabalhadores como causa dos problemas nacionais. Não é verdade que os servidores públicos têm reajuste automático e também é inverídica a declaração do Senhor Paulo Guedes de que os servidores públicos tiveram reajuste de 50% acima da inflação nos últimos anos, notícias falsas que só evidenciam a falta de compromisso com a verdade por parte do atual Ministro da Economia do Brasil.

Os servidores públicos em geral, e de modo especial e particular os servidores da justiça representados pelo Sindjus-MA, exercem suas funções com zelo, responsabilidae e profissionalismo, e repudiam as ofensas e inverdades proferidas pelo Ministro Paulo Guedes. Este, por sua vez, em vez de disseminar mentiras contra os servidores públicos, deveria empenhar-se na construção de um país mais justo, socialmente inclusivo e trabalhar para garantir um serviço público de qualidade e eficiente, o que somente é possível valorizando os trabalhadores.

Por fim, o Sindjus-MA informa que acionou o seu Departamento Jurídico para que se some aos advogados da Federação Nacional dos Servidores do Judiciário (FENAJUD) para buscar as eventuais reparações por parte do Senhor Paulo Guedes ao dano moral coletivo que suas declarações infundadas e infelizes trouxeram à categoria.

São Luís (MA), 10 de fevereiro de 2020

A Diretoria Executiva do Sindjus-MA
Versão para Impressão