George Ferreira é o novo secretário executivo da CSPB no Maranhão

27/05/2022 | 11:20
A Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), por meio de Resolução, nomeou o presidente do Sindicato dos Servidores da Justiça do Maranhão (Sindjus-MA), George Ferreira, ao cargo de secretário executivo da CSPB no Maranhão.
 
A nomeação foi assinada pelo presidente da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), João Domingos Gomes dos Santos, após ser referendada pelo Conselho Deliberativo, conforme norma estatutária da Confederação.
 
George Ferreira passa a exercer interinamente as funções inerentes ao cargo de secretário executivo da CSPB no Maranhão, conforme a Resolução nº 01/2002 – CSPB ( https://www.sindjusma.org/UserFiles/Files/CamScanner%2005-26-2022%2015_04.pdf ).
 
“Fico muito feliz pela indicação, primeiro da Diretoria do Sindjus-MA, e depois pela Diretoria Executiva da Confederação ter referendado a nomeação ao cargo. A CSPB, como entidade nacional em defesa dos servidores públicos, é uma parceira do Sindjus-MA de longas datas. A Confederação já assessorou eventos e congressos, promovidos pelo Sindicato, bem como em ações perante o STF, ao qual a entidade foi autora, e que defendiam não só os servidores públicos a nível nacional, mas, principalmente os servidores públicos do Maranhão. Então, é uma honra, fico muito grato, e estou à disposição da diretoria da CSPB para contribuir de forma plena para o fortalecimento cada vez maior dessa entidade que representa os servidores públicos do Brasil”, declarou George Ferreira.
 
Sobre a CSPB
 
Com sede em Brasília, a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB) foi fundada em 30 de julho de 1958, e conta, hoje, com 40 federações filiadas, que somam mais de 1.500 sindicatos e representam milhões de servidores públicos brasileiros, no âmbito dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e nas esferas federal, estadual e municipal. A CSPB tem como presidente, o servidor público do Estado de Goiás, João Domingos Gomes dos Santos.
 
A CSPB tem uma longa história de conquistas. Enquanto entidade de caráter federativo foi unificadora e normatizadora das lutas e reivindicações. Uma das conquistas conjuntas foi a criação do primeiro Estatuto dos Servidores Públicos Federais do Brasil, a Lei nº 1.711/1952, que culminou também com sua fundação.  
 
Ao longo de sua história, consolidou o primeiro plano de cargos e anteprojeto de lei prevendo os direitos dos servidores, entre eles o de sindicalização e ao exercício de greve. Sempre atuou pelo fortalecimento da categoria do servidor público civil e pelo direito da sindicalização profissional, assim como a ampliação de prerrogativas constitucionais em defesa do trabalhador, sendo também protagonista no processo de reformas constitucionais.
 
A CSPB cresceu e descentralizou sua administração com a criação de vice-presidências em vários estados, com o objetivo de estar mais próxima da base de representação, dar dinamismo e agilidade ao atendimento das demandas dos servidores em todo o país e reforçar a representação política das federações.

Além da forte presença nas centrais sindicais brasileiras, a CSPB atua no movimento sindical de servidores da América Latina junto à Confederação Latino Americana de Trabalhadores Estatais (Clate) e à Coordenadora Latino Americana de Trabalhadores no Serviço Público (Clatsep).
 
A CSPB também é filiada à Internacional de Serviços Públicos (ISP) ampliando assim sua integração com o movimento sindical dos servidores públicos em âmbito mundial.