Técnico judiciário e vereador da Cidade de Penalva recebe Medalha Top Legislativo

29/11/2022 | 17:14 - matéria visualizada 326 vezes
Técnico Judiciário do TJMA e vereador de Penalva, James Marques Amorim, o James do Fórum, com a Medalha Top LegislativoO técnico judiciário filiado ao Sindjus-MA e vereador da cidade de Penalva, James Marques Amorim, o James do Fórum, foi homenageado pela União dos Vereadores do Brasil com a Medalha Top Legislativo, que é destinada a reconhecer a atuação de vereadores e vereadoras, assim como de servidoras e servidores públicos, que se destacaram, ao longo ano de 2022, na defesa e valorização do Poder Legislativo Municipal e do municipalismo em todo o Brasil. A condecoração foi entregue durante a realização do Congresso Brasileiro de Legislativos e Gestores Municipais, na quinta-feira passada, dia 24, no Hotel Brasília Imperial, em Brasília, DF.

James Marques Amorim nasceu na Baixada Maranhense, mas na cidade de Cajari, que fica a pouco menos de 70 quilômetros de Penalva, que por sua está há 232 quilômetros de São Luís.

Foi eleito pela primeira vez em 2020, mas já apareceu como o vereador de oposição mais bem votado com 704 votos. “A gente iniciou nossa caminhada política a partir de 2020. Foi o primeiro mandato que a gente pleiteou e já estamos, portanto, finalizando o segundo ano desse primeiro mandato. Isso reflete o bom trânsito que temos entre a população, entre o povo penalvense”, afirma.

Conhecedor da realidade da Região e da cidade de Penalva, que possui pouco mais de 38 mil habitantes, James do Fórum explica que o mandato de vereador em uma cidade pequena é bastante limitado. “No Legislativo Municipal, diferentemente do Estadual ou Federal, não temos emendas parlamentares. E se compararmos com o que ocorre em cidades maiores, como São Luís, onde os vereadores possuem verbas de gabinete e podem destinar parte dessa verba para execução de projetos e ações, ainda que não seja essa a sua função originaria. Já o vereador de cidade pequena só tem o próprio salário para fazer isso e ajudar a população”.

E foi isso mesmo que ele fez. Dos 13 vereadores de Penalva, James do Fórum, em 2021, foi o que apresentou o maior número de requerimentos, indicações e projetos, mas, para além da atuação por meio de proposições, que nas palavras dele, “dão voz à parcela menos favorecida da sociedade”, o reconhecimento com o Prêmio Top Legislativo veio a partir da realização de ações e projetos sociais que James do Fórum bancou com o próprio salário de vereador.

Foram diversas ações sociais em benefício de setores vulneráveis da sociedade Penalvense. As ações mais conhecidas são os torneios de futebol – Copa James do Fórum, que foi realizada, em 2022, no Povoado do Jacaré e, que, em 2023, será no Povoado Ouro; e as ações sociais do Dia da Criança, no Jacaré, na sede de Penalva e no Povoado de Cutia. “Todas essas ações, tudo que a gente tem feito, são provenientes do nosso próprio salário de vereador”, afirma.

Tribunal de Justiça

James do Fórum, ao centro de camisa marron. No canto direito, de camisa azul, o presidente do Sindjus-MA, George Ferreira. Foto tirada no dia 26 de outubro passado durante a Assembleia Geral Itinerante do Sindjus-MAJames do Fórum explica que o fato de ser servidor do Tribunal de Justiça o ajudou a ter um olhar mais aguçado sobre a sociedade. “Nós vemos que o cidadão tem pouco conhecimento dos seus direitos, e que a sociedade acaba dividida entre aqueles que estão à margem, que têm os seus direitos, muitas vezes, mitigados; e aqueles que têm um pouco mais de conhecimento dos seus direitos”.

No dia 24 passado, veio o reconhecimento nacional de todo esse esforço e dedicação com a Medalha Top Legislativo. “Nossa trajetória política nos trouxe até aqui com conhecimento de causa, com o conhecimento da realidade de Penalva e de toda a Região da Baixada Maranhense. Nós sabemos de todas as dificuldades e por isso sabemos também que precisamos ir muito além da função de legislar ou de fiscalizar o Poder Executivo. Eu agradeço a Deus e ao povo penalvense que confiou a mim esse mandato de vereador”, concluiu.
Versão para Impressão